Solaris Login:

É necessário estar logado para adicionar aos favoritos. Informe seu e-mail abaixo para continuar!

Adicionar aos Favoritos

Consultar NFes em 2019: a preocupação das empresas com a gestão de DFes

Os ajustes Sinief 16/18 e 17/18 proíbem a consulta de NFe sem certificado digital. Entenda o que mudou para as empresas.

Por Solaris Da Redação dia em Notícias | Fonte: Portal Contábeis

Consultar NFes em 2019: a preocupação das empresas com a gestão de DFes
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A mudança anunciada pelo Confaz afeta diversas empresas que precisam consultar NFe em 2019. Mas, essa alteração pode trazer benefícios, como maior segurança acerca das informações relativas ao CNPJ, já que será necessário o certificado digital e também um novo hábito, que é a gestão e organização desses documentos fiscais.

Se antes, o processo de conseguir uma NFe por chave de acesso era moroso, hoje é ainda mais difícil, principalmente para quem precisar consultar NFes de terceiros, ou seja, no caso de uma empresa não ter acesso ao certificado digital do destinatário.

Muitos sites, antes dos ajustes Sinief 16/18 e 17/18, ofereciam a consulta de NFe com chave de acesso e sem certificado digital, como Fsist e outros. Porém como estes não funcionarão mais em 2019, as empresas ficam impossibilitadas de realizar a consulta de NFes de terceiros, mesmo através da Sefaz.

Por isso é necessário pensar diferente. Apesar da alternativa do Arquivei Lite, que consulta NFes sem certificado digital, para ter uma gestão de Documentos Fiscais  eletrônicos estruturada é preciso ir além, inserir tecnologia nos processos contábeis e automatizá-los.

Ter uma boa gestão fiscal está aliado à uma boa organização de documentos fiscais. Esses DFes devem estar centralizados, com fácil acesso, de fácil análise e de forma segura. O uso do certificado digital e o armazenamento em nuvem conferem essa segurança.

Documentos em papel ou até mesmo os XMLs organizados em pastas no computador não contribuem para esse nível de organização estratégica para a empresa ou contador. É saudável cuidar do setor contábil, ir além de entregar as obrigações em dia, mas também garantir inteligência, embasamento decisório.

Uma solução como o Arquivei, que utiliza o certificado digital A1 ou A3 para realizar a consulta de todas as NFes emitidas contra o CNPJ nos últimos 90 dias, automaticamente direto da Sefaz, é o ideal para quem deseja avançar e inovar em tecnologia contábil.

Além da consulta de NFes de forma automática em 2019, o Arquivei também oferece a gestão desses DFes. Isso significa que a plataforma não só realiza a consulta de NFes, CTes e NFSes como também suporta o upload de outros tipos de documentos, como NFCe e CFe.

Com todos esses DFes dentro do Arquivei, o responsável pela contabilidade tem uma visão ampla de sua situação fiscal, desde os status dos documentos, até a integração dos dados presentes nos mesmos com o setor financeiro. Por exemplo, com Arquivei é possível extrair relatórios de NFes com informações de frete, CFOP, impostos e etc.

A consulta de NFe é simplificada e a gestão de DFes é ampliada. Apenas fazendo o download de NFes com a chave de acesso não é possível identificar Notas Frias e nem outros tipos de fraudes fiscais. Sem a consulta por certificado digital, a contabilidade da empresa tem que “confiar” que o fornecedor não está cometendo nenhum ato ilícito contra o CNPJ.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Consultar NFes em 2019: a preocupação das empresas com a gestão de DFes

Comentar:

Enviando Comentário Fechar :/
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!